quarta-feira, 6 de abril de 2016

Construção naval no Brasil, Classe Liner, parte 1, construídos no Estaleiro Mauá



Durante o primeiro Período de Construção Naval, entre 1960 e 1974 (I-PCN),m diversas classes de navios foram encomendadas e construídas em  diversos estaleiros nacionais para modernizar e reaparelhar a frota, quando foi iniciada a construção de navios mercantes em escala do Brasil.

Diversas classes e tipos de navios foram projetados ou construídos sob licença e dentre estas classes, algumas se destacaram no mercado e firmaram seus nomes na Marinha mercante Brasileira



Uma destas classes, a chamada "Liner", recebeu encomendas de quatro armadores nacionais:  Mercantil, Aliança e Lloyd brasileiro, sendo construídos por três estaleiros nacionais: Mauá, Ishibrás e Verolme.

Suas principais características técnicas eram:
  • 10.488 dwt
  • 10.230 grt
  • 160,94 m de comprimento total
  • 149,56 m de comprimento entre perpendiculares
  • 23,09 m de boca
  • 11,40 m de pontal
  • 9,60 m de calado máximo carregado
  • Guidastes: 1 x 60 t, 2 x 30 t., 5 x 5.t swl
  • Porões: 5

Nesta primeira parte, abordaremos os navios construídos pelo Estaleiro Mauá, da Companhia de Comércio e Navegação, em Niterói/RJ, que construiu 8 unidades, conforme abaixo:
  • Casco nr.22
  • N/M Copacabana / PPDE (IMO 6930843)
  • Entregue em setembro de 1970
  • MCP: 1 motor diesel MEP-MAN 8cy K8Z86/160E de 18.400 bhp, 20,5 nós
  • Empresa de Navegação Aliança S.A., Rio de Janeiro
- 1984, foi vendido para o armador Allseas Intenational, renomeado "Copa", bandeira de Malta,

- 1984, renomeado "Copacabana" (Allseas International), Malta

- 1985, vendido para demolição na China, chegou em Yantai em 22/04/1985 para ser demolido






  • Casco nr.23
  • N/M Navem Taquary / PPDP (IMO ????)
  • Entregue 1970
  • MCP: 1 motor diesel MEP-MAN 8cy K8Z86/160E de 18.400 bhp, 20,5 nós
  • Empresa de Navegação Mercantil, Rio de Janeiro


- 1971, Adquirido no final de sua construção pelo armador Cia de Navegação Lloyd Brasileiro, renomeado "Taquari"

- Em retorno de sua viagem inaugural para Costa leste dos EUA, em sua viagem sul a caminho de Buenos Aires, em em tempo bom e mar calmo encalhou em recife próximo ao Cabo Polônio, Uruguai, sendo considerado perda total

- Foi o único liner do Lloyd sem o nome iniciar com 'Ita'

Oficialidade de sua primeira e única guarnição:
  • Comandante: CLC Luiz Fernandes da Silva
  • Imediato: CCB Geilson
  • Chemaq: OSM Davide Andrade Bispo
  • Sub Chefe de Máquinas: 1OM Marcelino



  • Casco nr.24
  • N/M Flamengo / PPDS (IMO 7013800)
  • Entregue em junho de 1971
  • MCP: 1 motor diesel MEP-MAN 8cy K8Z86/160E de 18.400 bhp, 20,5 nós
  • Empresa de Navegação Aliança S.A., Rio de Janeiro
- 1984, foi vendido para o armador Allseas Intenational, renomeado "Mengo" / 9HVG2, Malta

- 1985, renomeado "Ipanema" / 9HVG2 (Allseas International), Malta

- 1985 vendido para demolição na China, chegou em Yantai em fevereiro de 1985 para ser demolido






  • Casco nr.25
  • N/M Navem Olinda / PPEJ (IMO 7023300)
  • Entregue em junho de 1970
  • MCP: 1 motor diesel MEP-MAN 8cy K8Z86/160E de 18.400 bhp, 20,5 nós
  • Empresa de Navegação Mercantil , Rio de Janeiro
- 1969, lançado como "Navem Olinda", encomendado pelo armador Empresa de Navegação Mercantil, Rio de Janeiro

- 1970, foi vendido para o armador Frota Oceânica Brasileira S.A., Rio de Janeiro, renomeado "Frotario"

- 1992, vendido para o armador Sougerka Maritime Co. Ltd., Piraeus, renomeado "Rosario" / J8GG5, bandeira de San Vincent & Granadinas

- 1993, vendido para demolição na China, chegou em porto chinês desconhecido em outobro de 1993, para ser demolido.







  • Casco nr.26
  • N/M Maringá / PPEI (IMO 7042435)
  • Entregue em dezembro de 1970
  • MCP: 1 motor diesel MEP-MAN 8cy K8Z86/160E de 18.400 bhp, 20,5 nós
  • Empresa de Navegação Aliança S.A., Rio de Janeiro
- 1990, foi vendido para o armador Incom Ltd., Limassol, Chipre, não renomeado, prefixo J8DJ5,  bandeira de San Vincent & Granadinas

- 1990, dezembro, vendido parademolição

- 1991 - chegou na barra de Chittagong, Bangladesh no dia 16/01. Nodia 18/01 varou a praia e foi demolido pela compania H. Steel Sitalpur, demolição iniciada no mesmo dia.






  • Casco nr.27
  • N/M Itaquera / PPEM (IMO 7107223)
  • Entregue em março de 1972
  • MCP: 1 motor diesel MEP-MAN 8cy K8Z86/160E de 18.400 bhp, 20,5 nós
  • Companhia de Navegação Lloyd Brasileiro, Rio de Janeiro


- 1972, vendido para o armador C.T.M. Companhia Portuguesa de Transportes Marítimos E.P., Lisboa, Portugal, renoeado "Carvalho Araujo" / CSDD, bandeira de Portugal,

- 1982, foi desativado em Lisboa no dia 7 de gosto, permanecendo inativo em laid up

- 1986, vendido para demolição em Portugal, chegou em Setúbal em julho de 1986 para ser demolido pela empresa João Luis Russo e Filho Demolições e começou a ser demolido em 10/11/1986.




  • Casco nr.28
  • N/M Olinda / PPEP (IMO 7914939)
  • Entregue em abril de 1972
  • MCP: 1 motor diesel MEP-MAN 8cy K8Z86/160E de 18.400 bhp, 20,5 nós
  • Empresa de Navegação Aliança S.A., Rio de Janeiro
- 1990, foi vendido para o armador Incom Ltd., Limassol, Chipre, não renomeado, prefixo J8EB2,  bandeira de San Vincent & Granadinas

- 1990, dezembro, vendido para demolição

- 1991 - chegou na barra de Alang, Índia no dia dia 22/01. Varou a praia e foi demolido.





  • Casco nr.29
  • N/M Frotasantos / PPFA (IMO 7125079)
  • Entregue em junho de 1970
  • MCP: 1 motor diesel MEP-MAN 8cy K8Z86/160E de 18.400 bhp, 20,5 nós
  • Frota Oceânica S/A, Rio de Janeiro
- 1992, vendido para o armador Sougerka Maritime Co. Ltd., Piraeus, renomeado "Erotas" / J8GJ5, bandeira de San Vincent & Granadinas

- 1993, vendido para demolição em Bangladesh, chegou em Chittagong em março de 1993,  varando a praia em 22 abril, para ser demolido pela empresa Padma Ship Breaking Ltd.





Fotos: Makus Berger, John Sins, Edson Lima Lucas, Phil English, Brian Fischer, Lovie, Arne Sognes, Fotoflite, Dietmar Hasenpusch, Internet source
Postar um comentário