sábado, 8 de outubro de 2011

NPa Benevente - P 61 / PWTE - "O Patrulheiro dos Mares"



Visitamos na tarde do sabado, 08/10 o Npa 'Benevente" (P 61) atracado no cais da Mortona.

O Navio, rocedente de Rio Grande/RS esta em comissão de adestramento da guarnição e atracou no final da tarde de ontem.

Seguem algumas das imagens obtidas durante a praseirosa visita


"O Navio Patrulha Benevente - P 61, ex-HMS Blackwater - M 2006, é o segundo navio a ostentar esse nome(1) na Marinha do Brasil, em homenagem a um rio do mesmo nome no Estado do Espirito Santo. Foi construído pelo estaleiro Richards Shipbuilders Ltd., em Great Yarmouth, Grã-Bretanha. Foi incorporado a MB em 10 de julho de 1998, na Base Naval de Portsmouth, Inglaterra. Naquela ocasião, assumiu o comando o Capitão-Tenente Carlos Eduardo Vidal. " (NGB)



Pertencente a casse River inglesa o navio tem as seguintes carcteristicas:


D a t a s

Batimento de Quilha: 16 de janeiro de 1984
Lançamento: 29 de agosto de 1984
Incorporação (RN): 5 de julho de 1985
Baixa (RN): 10 de julho de 1998
Incorporação (MB): 10 de julho de 1998



C a r a c t e r í s t i c a s

Deslocamento: 630 ton (padrão), 770 ton (carregado).
Dimensões: 47.6 m de comprimento, 10.5 m de boca e 3.1 m de calado.
Propulsão: 2 motores diesel Ruston tipo 6 RKCM de 1.700 bhp cada, acoplados a 2 eixos e 2 hélices Stone Vickers 63XS de quatro pás, de passo controlado.

Combustível: 88 toneladas.

Eletricidade: 2 geradores diesel G & M Power de 230 kW.

Velocidade: máxima de 14 nós.

Bandeira de Faina do Navio (" O Esquilo Malvado")
(Um agradecimento especial à guarnição por ter disponibilizada para foto)


Raio de ação: 4.500 milhas náuticas à 10 nós.

Armamento: 1 canhão Bofors Mk 3 de 40 mm e duas metralhadoras.
Sensores: 2 radares de navegação Decca TM 1226 C, 2 eco-sondas Kelvin-Hughes MS48, SATNAV, e Sistema de Posicionamento Racal QM 14 (1) e HYPERFIX Mk.6 com alcance operacional de 700 km.
Equipamentos: 1 lancha de casco semi-rigido (RHIB), com capacidade para 10 homens e 1 bote inflável para seis homens.

Código Internacional de Chamada: PWTE

Tripulação: 35 homens, sendo 4 oficiais, 7 sargentos e 24 praças.


O Esquilo "Bêne", o "Esquilo Malvado", mascote do navio


Trecho extrido do site Navio de Guerra Brasileiros, referente a vida operacioal do navio nos anos de 2010 e 2011 - http://www.naviosbrasileiros.com.br/ngb/B/B037/B037.htm

"
2010

Entre 17 e 21 de março participou, junto com o navio patrulha Babitonga, a corveta Imperial Marinheiro e o Rebocador Tritão, das comemorações dos 75 anos do Porto de Paranaguá.
Entre 25 e 28 esteve no porto de São Francisco do Sul junto com a Cv Imperial Marinheiro.
Participou da Operação FRATERNO XXVIII realizada entre 27 de maio e 6 de junho na área marítima entre Buenos Aires e Rio Grande.
O GT brasileiro foi comandado pelo CA Luiz Henrique Caroli, Comandante da 2ª Divisão da Esquadra e o GT argentino pelo CN Fernando Luis Beccaria. O GT brasileiro na operação foi composto pela Constituição (capitanêa), Jaceguai e os helicópteros Super Lynx (AH-11A) e Esquilo (UH-12/13). Além destes meios, o S Tikuna, o NPa Benevente e o RbAM Tritão, estes dois últimos do Comando do 5° Distrito Naval, apoiaram os exercícios. O GT argentino foi composto pelos ARA Sarandi - D 13, ARA Robinson - F 45 e ARA Patagônia - B 1, mais um helicóptero Fennec (AS-555) e um Alouette (AI-03). A Força Aérea Brasileira (FAB) participou da operação empregando uma aeronave Bandeirante para patrulha marítima (P-95B) e dois caças táticos de defesa aérea e ataque ao solo (F-5). Os dois GTs estiveram em Rio Grande de 3 a 6 de junho.




2011

Em setembro participou da Operação AGATA 2 realizada na região Sul e Centro-Oeste, junto com o M Parnaíba – U 17, os NPa Poti – P 15 e Pirajá – P 11; o NAsH Tenente Maximiano – U 28, o NaApLogFlu Potengi – G 17, o AvTrFlu Piraim – U 29, a AgEsFlutuante Esperança do Pantanal, as LAEP Anhuma, Saracura, Mutum, Corvina, Piava e Piraúna, dentre outras Lanchas e Flex-Boats, bem como helicópteros Esquilo UH-12 e Bell Jet Ranger IH-6B dos Esquadores HU-5 e HU-4. Assim como na AGATA 1, desenvolvida na região Norte do Brasil no mês de agosto, também participaram dessa edição a Policia Federal (PF), Secretaria da Receita Federal (SRF), Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (IBAMA) e órgãos de Segurança Estaduais e Municipais.

Durante a Operação foram realizadas ações de interdição de pistas de pouso irregulares, atracadouros clandestinos, patrulha naval nas calhas dos rios, bloqueio e controle de estradas, reconhecimento especializado de fronteira, revista de veículos, embarcações, interceptação de aeronaves suspeitas e ações cívico-sociais nas comunidades carentes."





Agradecemos ao Oficial de Serviço, Contramestre e guarnição de serviço de quarto (Representando toda a Guarnição) no dia de hoje, sabado, 08/10 pela gentil recepção a bordo

Desejamos mares tranquilos e eficiencias em todas as fainas confiadas ao "Patrulheiro dos Mares"


Fotos: Marcelo 'MO' Lopes - 08/10/2011
Postar um comentário